terça-feira, 25 de dezembro de 2012

A Menina do Vale: Como o Empreendedorismo Pode Mudar sua Vida

Autor: Bel Pesce
Editora: Casa da Palavra
ISBN: 9788577342808

Português
160 páginas
Formato: Digital, Kindle

Sinopse oficial:
Bel sempre foi obcecada por conhecimento. Esse fato, aliado à dedicação e à iniciativa, a ajudou a abrir as portas para muitos dos seus sonhos. Quando se mudou para o Vale do Silício, na Califórnia, em 2009, passou a se dedicar ao empreendedorismo. Desde então, sua energia está voltada para o mercado de startups, empresas jovens e inovadoras que buscam um modelo de negócio escalável e sustentável. Para ela, "ser empreendedor é colocar a mão na massa" e o foco está sempre voltado em aprender cada vez mais sobre como se constrói uma empresa. Bel valoriza cada projeto e aprende muito com eles, com cada equipe, com cada sócio.
A humildade faz parte do seu método de trabalho, e é com ela que Bel compartilha todo o seu aprendizado e conhecimento com o objetivo de ajudar quem quer realizar o sonho do negócio próprio e acreditar no seu potencial.
Neste livro, Bel conta o que tem aprendido em sua jornada empreendedora e cita diversos casos de sucesso. São histórias cativantes, que mostram que tudo é possível quando há uma boa ideia e muita dedicação.

sábado, 22 de dezembro de 2012

Estrela Brasileira

Autor: Claudia Vasconcelos
Editora: KBR
ISBN: 8564046040

240 Páginas (formato Papel)
Português
Formato: Digital, Kindle

Sinopse oficial: 
Durante o período em que voou como comissária de bordo da Varig, Cláudia Vasconcelos viu, ouviu e viveu inúmeras histórias de diversos tipos. Somadas a depoimentos de colegas, registrou-as em seu livro de memórias com o objetivo de preservar a trajetória da empresa aérea.

Por que eu li?/Qual foi minha opinião:
Para quem foi comissária de bordo a Claudia escreveu este livro muito bem. Histórias muito bem posicionadas.
Li este livro pois leio tudo sobre Turismo e Aviação, que é minha profissão, e realmente me surpreendi com o que li e a qualidade e descrição dos fatos que aconteceram em uma época áurea da Aviação Brasileira.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O jeito Harvard de ser feliz

AUTOR: Shawn Achor
EDITORA: Saraiva
ISBN: 978-85-02-18026-0

Português
Formato: Papel
216 páginas

Sinopse oficial:
A sabedoria popular diz que se nos empenharmos teremos sucesso, e se tivermos sucesso, então poderemos ser felizes. Se pudéssemos encontrar aquele emprego dos sonhos, ter mais uma promoção, perder aqueles três quilos, a felicidade viria. Mas descobertas recentes no campo da psicologia positiva têm demonstrado que essa fórmula funciona na verdade de maneira inversa: é a felicidade que impulsiona o sucesso, e não o contrário. Quando somos positivos, o nosso cérebro se envolve mais, torna-se mais criativo, motivado, energizado, resiliente e produtivo no trabalho. Este não é um simples mantra vazio. A descoberta foi repetidamente comprovada por rigorosas pesquisas nos campos da psicologia e da neurociência, estudos de gestão e resultados financeiros de organizações ao redor do mundo. Este livro não discute apenas como ser mais feliz, trata de nos ensinar a colher os frutos de uma atitude mental mais positiva que proporcione efeitos extraordinários no nosso trabalho e na nossa vida, sendo leitura obrigatória para todos aqueles que buscam a excelência em um mundo onde a carga de trabalho, o estresse e o negativismo estão cada vez maiores.

Por que eu li?
Havia recebido muitas recomendações sobre este livro, porém não consegui extrair o máximo dele. O Escrito conta casos interessantes, mas pra mim não passou de outro livro de auto ajuda totalmente dispensável da minha lista de livros.
Veja bem, o escritor relata temas interessantes e válidos, mas óbvios. Ou, para não ser tão critico, - o obvio com caráter cientifico.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

No País da Piada Pronta

Escritor: Jose Simão
Editora: BISPO
ISBN: 856005409X

Português
216 páginas no formato papel
Formato lido: Digital, PDF

Sinopse:
Os dicionários do Simão - tucanês, antitucanês e lulês - publicados neste livro são mais relevantes para a leitura da história contemporânea brasileira que muitos compêndios de sociologia tupiniquim. Com a maior de todas as vantagens humanas - não estão impregnados pela tinta da chatice e da rabugem. Neste livro, além dos dicionários, Simão desvenda ao leitor os segredos da arte da sua escrita e dos seus comentários de rádio e TV.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

A Travessia

Escritor: William P Young
Editora: Arqueiro
ISBN: 9788580411089

Português
240 páginas no formato de papel
Formato: Digital, Kindle

Sinopse oficial:
Jesus pegou a mão de Tony.
– Na jornada que está prestes a começar, você poderá escolher curar fisicamente uma pessoa, mas só uma. Assim que escolhê-la, a sua jornada chegará ao fim.
– Posso curar uma pessoa? Está me dizendo que sou capaz de curar quem eu quiser? – Na mesma hora, seus pensamentos se voltaram para o seu próprio corpo em um quarto de UTI. – Deixe-me ver se entendi. Posso curar qualquer pessoa que quiser?
Jesus se inclinou na direção dele.
– Na verdade, você não pode curar ninguém, não sozinho. Mas estarei do seu lado, e a pessoa por quem você decidir orar, eu a curarei através de você.
Um derrame cerebral deixa Anthony Spencer, um multimilionário egocêntrico, em coma. Quando “acorda”, ele se vê em um mundo surreal habitado por um estranho, que descobre ser Jesus, e por uma idosa que é o Espírito Santo.
À sua frente se descortina uma paisagem que lhe revela toda a mágoa e a tristeza de sua vida terrena. Jamais poderia ter imaginado tamanho horror. Debatendo-se contra um sofrimento emocional insuportável, ele implora por uma segunda chance.
Sua prece é ouvida e ele é enviado de volta à Terra, onde viverá uma experiência de profunda comunhão com uma série de pessoas e terá a oportunidade de reexaminar a própria vida. Nessa jornada, precisará “enxergar” através dos olhos dos outros e conhecer suas visões de mundo, suas esperanças, seus medos e seus desafios.
Na busca de redenção, Tony deverá usar um poder que lhe foi concedido: o de curar uma pessoa. Será que ele terá coragem de fazer a escolha certa?

Por que eu li?/O que achei:
Tipico livro que estava nos mais lidos da folha e eu comprei para ter certeza disso. Gosto de romances espiritas e portanto me agradou a abordagem do Sr. William P. Recomendo para quem gosta deste tipo de literatura.

domingo, 5 de agosto de 2012

O último judeu - Uma história de terror na inquisição

Escritor: Noah Gordon
Editora: Rocco
ISBN: 85-325-1171-6

378 páginas
Português
Formato: Papel

Sinopse oficial:
No ano de 1492, a Inquisição domina a Espanha com mãos de ferro. Centenas de milhares de judeus são expulsos e obrigados a fugir para não serem queimados na fogueira. O terror e a delação estão na ordem do dia e as mortes são inevitáveis. Neste clima de pânico, Yonah Toledano, um garoto de treze anos, filhos de um ourives judeu assassinado, se recusa à conversão e foge pelo interior da Espanha para não ser morto.

Por que eu li?
Um amigo, Marcelo Melli, me recomendou este escrito, que eu ainda não conhecia, foi o primeiro livro que li dele. Este amigo me falou do livro com tanto entusiasmo que tive que ler para tirar a prova, e não me arrependi.

Minha opinião:
História muito bem contada, com um ponto de suspense e quero mais. Gostei do escritor e da maneira que ele escreve e quero ler mais um livro dele para ter certeza de sua qualidade. Um livro de fácil leitura mesmo sendo uma história complicada o escritor não se apega a detalhes e mantém o foco nas personagens.
Recomendo.

terça-feira, 12 de junho de 2012

Sexo Na cabeça

Autor: Luís Fernando Veríssimo
Editora: Objetiva
ISBN: 8573024437

Português
Formato lido: Digital
144 páginas no formato papel

Sinopse:
Pode ser no quarto, no banheiro, no escritório, no elevador, na cozinha, na piscina ou, dependendo da imaginação do leitor, em locais menos óbvios e mais excitantes. Sim, estamos falando de sexo...SEXO NA CABEÇA, uma seleção das melhores histórias de Luis Fernando Veríssimo sobre o assunto que mobiliza - e esquenta - multidões.
Veríssimo, um dos cronistas mais sagazes da intimidade brasileira, mostra nesse livro que, para se pensar ´naquilo´, não há hora nem lugar - aliás, para se fazer, também não. Como um voyeur da nossa vida privada, ele nos revela os fetiches que alimentam as grandes paixões, o delicioso jogo da sedução, os sussurros açucarados - e ridículos - dos recém-apaixonados.


sábado, 26 de maio de 2012

Navegando com o Sucesso

Escritor: Vilfredo Schürmann
Editora: Sextante
ISBN: 978-85-7542-459-9

160 páginas
Português
Formato: Papel

Sinopse oficial:
"Navegando com o sucesso não traz fórmulas mágicas, mas revela de forma apaixonante como os sonhos são possíveis. Vilfredo Schürmann ensina caminhos simples e fundamentais para que os sonhos não se tornem pesadelos. E esses conselhos valem para o nosso dia-a-dia, para qualquer empresa, para qualquer empreendimento. Leitura obrigatória." - Carlos Henrique Schroder, diretor de Jornalismo da TV Globo

Depois de 18 anos ministrando palestras e oito realizando workshops, Vilfredo Schürmann percebeu que estava na hora de levar ao mundo dos negócios um relato das suas experiências de viagens ao redor do mundo.
No mar, o velejador descobriu que as dificuldades são importantes para o crescimento e a transformação. E foram inúmeros os desafios que ele e sua família enfrentaram ao longo dos mais de 20 anos de aventuras pelos mais perigosos e encantadores recantos do planeta.
Com essa bagagem, ele aprendeu que uma expedição é um aprendizado de convivência, de atitudes, de tomada de decisões e de comprometimento com um objetivo comum ? assim como o dia-a-dia em uma empresa.
Fazendo uma analogia entre as dificuldades da vida no mar e os desafios constantes do mundo dos negócios, Navegando com o sucesso discute os princípios comuns às duas áreas enquanto narra as experiências que os Schürmann viveram ao conhecer povos e culturas tão diversos.

Porque eu li?
Minha esposa ganhou o livro diretamente das mão do Vilfredo, e como eu sou um apaixonado por navegação ela pediu que fizesse uma dedicatória.

Minha opinião:
Não me canso de ler livros sobre navegadores e seus exemplos de superação. Este é mais um deles que até poderia passar por um livro repetitivo, porém demonstra o DNA da família Shürmann. Muito bom como exemplo de vida.

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Coração das trevas

Escritor: Joseph Conrad
Editora: Companhia de bolso
ISBN: 8535912509

Português
Formato lido: Digital, MOBI
São 184 páginas no formato livro

Sinopse:
Publicado em forma de livro em 1902, 'Coração das trevas' é um dos clássicos da literatura do século XX, conhecido também por ter servido de base para o filme Apocalypse now!, obra-prima de Francis Ford Coppola. Nessa nova tradução de Sergio Flaksman, a prosa conradiana aparece em todos os seus contornos e trejeitos, conforme o leitor acompanha a viagem do protagonista Marlowe pelo coração sombrio da selva africana.A missão de Marlowe é trazer de volta Kurtz, um mercador de marfim cujos métodos passam a desagradar a companhia mercante que o contratou. Dividido entre o fascínio e a repulsa por Kurtz, Marlowe aos poucos vai descobrindo a natureza desses métodos. A edição - lançada diretamente no formato de bolso - acompanha ainda o conto 'Um posto avançado' e posfácio do renomado historiador Luiz Felipe Alencastro.

sábado, 17 de março de 2012

Lendas do Sul

Escritor: João Simões Lopes Neto
Editora:  DOMÍNIO PUBLICO

Português
Formato: Digital, PDF
76 páginas

Sinopse:
Lendas do Sul, é o terceiro livro do autor regionalista João Simões Lopes Neto, e foi publicado em 1913. Reúne 17 lendas recolhidas por Simões Lopes Neto, que, não se contentando com o registro puro e simples, deu-lhes forma de verdadeiras obras-primas do conto gaúcho, principalmente pensando no "Lunar do Sepé" (1902), "O negrinho do pastoreio" (1906), "Mboitatá" (1909) e "Salamanca do Jarau" (1913).

Estas são apenas algumas das lendas do Rio Grande do Sul que o livro narra. Lendas que outrora foram passadas de boca a boca, principalmente na região interiorana. Um dos contos apresentados, "A Salamanca do Jarau" inspirou Érico Veríssimo a escrever algumas partes de sua grande obra, O Tempo e o Vento.

A compilação de lendas efetuada pelo escritor foi de grande inspiração para os futuros escritores brasileiros do modernismo, mais especificamente do romance de 30, por se tratar da mais pura representação do homem brasileiro. Nas histórias, nada do homem é ignorado: sua linguagem seus hábitos e até reflexos do ambiente que o rodeia são descritos com uma linguagem despojada, porém de difícil compreensão para aqueles que não estão habituados ao vocabulário gaúcho. Por se encontrar em uma linha limite entre o realismo e o modernismo propriamente dito, as obras de João Simões Lopes Neto são agrupadas no perfil literário do pré-modernismo.

domingo, 12 de fevereiro de 2012

Os homens que não amavam as mulheres

Escritor: Stieg Larsson
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 978-85-359-1626-3

522 páginas
Português
Formato: Papel

Sinopse Oficial:
Vem da Suécia um dos maiores êxitos no gênero de mistério dos últimos anos: a trilogia Millennium - da qual este romance, "Os Homens que não Amavam as Mulheres", é o primeiro volume. Seu autor, Stieg Larsson, jornalista e ativista político muito respeitado na Suécia, morreu subitamente em 2004, aos cinqüenta anos, vítima de enfarte, e não pôde desfrutar do sucesso estrondoso de sua obra. Seus livros não só alcançaram o topo das vendas nos países em que foram lançados (além da própria Suécia -onde uma em cada quatro pessoas leu pelo menos um exemplar da série -, a Alemanha, a Noruega, a Itália, a Dinamarca, a França, a Espanha e a Inglaterra), como receberam críticas entusiasmadas.
Um dos segredos de tanto sucesso é a forma original com que Larsson engendra a trama, conduzindo-a por variados aspectos da vida contemporânea: do universo muitas vezes corrupto do mercado financeiro à invasão de privacidade, da violência sexual contra as mulheres aos movimentos neofascistas e ao abuso de poder de uma maneira geral. Outro é a criação de personagens extremamente bem construídos e originais, como a jovem e genial hacker Lisbeth Salander, magérrima, com o corpo repleto de piercings e tatuagens e comportamento que beira a delinqüência. O terceiro é a maestria em conduzir a narrativa, repleta de suspense da primeira à última página.
"Os Homens que não Amavam as Mulheres" é um enigma a portas fechadas - passa-se na circunvizinhança de uma ilha. Em 1966, Harriet Vanger, jovem herdeira de um império industrial, some sem deixar vestígios. No dia de seu desaparecimento, fechara-se o acesso à ilha onde ela e diversos membros de sua extensa família se encontravam. Desde então, a cada ano, Henrik Vanger, o velho patriarca do clã, recebe uma flor emoldurada - o mesmo presente que Harriet lhe dava, até desaparecer. Ou ser morta. Pois Henrik está convencido de que ela foi assassinada.
Quase quarenta anos depois o industrial contrata o jornalista Mikael Blomkvist para conduzir uma investigação particular. Mikael, que acabara de ser condenado por difamação contra o financista Wennerström, preocupa-se com a crise de credibilidade que atinge sua revista, a Millennium. Henrik lhe oferece proteção para a Millennium e provas contra Wennerström, se o jornalista consentir em investigar o assassinato de Harriet. Mas as inquirições de Mikael não são bem-vindas pela família Vanger. Muitos querem vê-lo pelas costas. Ou mesmo morto. Com o auxílio de Lisbeth Salander, que conta com uma mente infatigável para a busca de dados - de preferência, os mais sórdidos -, ele logo percebe que a trilha de segredos e perversidades do clã industrial recua até muito antes do desaparecimento ou morte de Harriet. E segue até muito depois... até um momento presente, desconfortavelmente presente.

Por que eu li?
Sei lá, apareceu o livro na minha mão e então eu li.

Minha opinião:
Realmente um tipo de leitura que prende você até o fim. Não é nenhum clássico e nem o tema é tão tentador, mas eu não parei de ler até chegar o fim. Se você não tem outro livro pra ler, vale a pena.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

O grande Mentecapto

Autor: Fernando Sabino
Editora: Record
ISBN: 8501912808

Português
Formato lido: Papel e Digital

Sinopse oficial:
Este livro começou a ser escrito em 1946, quando Sabino tinha apenas 23 anos. No entanto, outros interesses literários o fizeram abandonar o original numa gaveta. Trinta anos depois decidiu retomá-lo, e num trabalho de fôlego conseguiu terminar o romance em 18 dias. O resultado é um best seller dramático e engraçado, que lhe rendeu o Prêmio Jabuti e adaptação para o cinema e para o teatro. O personagem principal, Geraldo Viramundo, é uma espécie de Dom Quixote que percorre Minas Gerais e tem a intenção de transformar o mundo.

O que eu achei: 
Divertidíssimo e um livro para ler sem compromisso. Muito legal.