quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Sobre a arte de viver

Escritor: Roman Krznaric
Editora: Zahar

ISBN: 8537810738

560 páginas em português. Formato Lido, Kindle.

Sinopse: Como viver melhor? - Esta pergunta se tornou uma grande pergunta do início do século XXI. Há uma área que poucos recorrem para equacionar os dilemas da vida cotidiana - a história da humanidade. Amor, família, empatia, trabalho, dinheiro, tempo, sentidos, viagens, natureza, crença, criatividade e morte. 'Sobre a arte de viver' busca abrir para um campo de conhecimento, no qual se destacam personagens de todas as épocas e partes do mundo - de Gandhi a Goethe, de Galileu a George Orwell.

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

História do Brasil Para Ocupados

Escritor: Luciano Figueiredo
Editora: Casa da Palavra

ISBN: 9788577343805
Português

Sinopse: Um livro para redescobrir o Brasil através de sua história, na companhia de quem mais entende do assunto. Quem conta essa história são 66 dos mais renomados historiadores do país: mais de 500 anos de caminhos e descaminhos; episódios marcantes; personagens fascinantes. Eis o Brasil. História do Brasil para ocupados (ou seja, para os que vivem o tempo atual, veloz) apresenta a história do país de uma forma inovadora - leve em sua forma e certeira em seu conteúdo - reunindo mais de 70 textos, divididos em seis capítulos temáticos: Pátria, Fé, Poder, Povo, Guerra e Construtores. De Pedro Álvares Cabral a Chico Mendes, da Guerra do Paraguai ao Golpe de 1964, de Maurício de Nassau a JK, passando ainda por mulheres como Chica da Silva, Anastácia, Maria Quitéria, Leopoldina e Princesa Isabel e líderes como Tiradentes, D. Pedro II e Getulio Vargas, o livro resgata os grandes acontecimentos e personagens da História do Brasil, formando um verdadeiro caleidoscópio, que não deixa de fora aspectos fundamentais de nossa formação social e cultural, como a escravidão, os encontros entre crenças, a sexualidade, a música, a língua. Tudo isso em uma leitura prazerosa, livre de academicismos, e apostando em fatos curiosos, detalhes pitorescos e outras revelações de profundas pesquisas.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

David Copperfield

Escritor: Charles Dickens
Editora: Cosac Naify

ISBN: 9788540507869
1.312 páginas no formato Papel, porém o formato lido foi Digital (ePUB)

Sinopse: Um dos pilares da literatura ocidental moderna, Charles Dickens é até hoje fonte de inspiração para muitos escritores. Seu gênio foi admirado por Tolstói, Marx, Joyce, Kafka, Henry James, Nabokov, Orwell, Cortázar, entre muitos outros. 
Semi-autobiográfico, David Copperfield foi publicado em forma de folhetim entre 1849 e 1850. O autor afirma, no prefácio ao livro, que, entre os inúmeros romances que publicou, este era seu "filho predileto".
A edição inclui textos críticos de Jerome H. Buckley, Sandra Guardini Vasconcelos e Virginia Woolf. 

O que achei do livro: Foi o segundo livro que leio de Charles Dickens, e já estou fã e partindo para o terceiro.

Foram mais de 1000 páginas que passaram num instante (2 semanas de leitura). Recomendo muito Charles Dickens.

Tudo bem que o David Copperfield era o livro que Charles Dickens mais adorava e imagino com isso que deva ter dado muito atenção, porém, como aconteceu em Grandes Esperanças, que foi um de seus últimos livros, tive a sensação comprovada posteriormente de que ele relata sua infância.

sábado, 5 de dezembro de 2015

Grandes Esperanças

Escritor: Charles Dickens
Editora: Companhia das Letras

ISBN: 9788563560476
704 páginas no formato Papel, porém o formato lido foi Digital (ePUB)

Sinopse: Se Charles John Huffman Dickens (1812-1870) foi um escritor irônico e contundente, com Grandes esperanças provou-se capaz também de ser contido e reflexivo, ao produzir o seu último romance. O livro mostra Dickens no auge da forma, produzindo uma história de desilusão que mais tarde seria saudada por autores como George Bernard Shaw e G. K. Chesterton pela perfeição narrativa. 

A grande característica de Grandes esperanças é ser uma história de redenção moral do protagonista, Pip, um órfão criado rigidamente pela irmã num lar humilde e disfuncional, que, após herdar inesperadamente uma fortuna, rejeita a família e os amigos por se envergonhar da própria origem. 

No começo conhecemos o infortúnio de Pip, o narrador que vive aterrorizado pela irmã mais velha que, após a morte dos pais, o criou “com a mão de ferro”, bordão para a maneira rígida e por vezes violenta com que trata o filho de criação e também o marido, o ferreiro Joe Gargery. Sua vida começa a mudar com o inesperado convite para que passe a visitar Miss Havisham, uma mulher rica da aldeia, e seja companhia de sua filha adotiva, Estella. Pip imediatamente tem uma queda pela garota, sentimento que se transformará em amor durante a vida adulta e o conduzirá à imoralidade. 

A vida de Pip sofre uma reviravolta ainda maior quando, já se preparando para o ofício de ferreiro, recebe a visita de um advogado, que anuncia que o jovem é herdeiro de uma fortuna. Após abandonar a família para viver em Londres, Pip passa a desprezar a sua vida anterior, tentando tornar-se digno de se casar com Estella, que, no entanto, não se interessa por seus sentimentos. 
Dividido em três partes, discutindo a bondade, a culpa e o desejo, o romance originalmente foi escrito como um folhetim e publicado na revista semanal All the Year Round, entre dezembro de 1860 e agosto de 1861, tornando-se um grande sucesso. Dickens toma o cuidado de não buscar a empatia fácil com o leitor, fazendo de Pip um personagem sincero em sua imoralidade e, quando se arrepende, na busca pela redenção.

O que achei do livro: É o primeiro livro que leio de Charles Dickens, e não sei se dei sorte ou não, mas achei muito bom e já irei partir para outra livro dele. 

Grandes Esperanças é um de seus últimos livros, se não for o último, e em muitos momentos da leitura tive a sensação de que ele relata sua infância dado a riqueza de detalhes da Inglaterra de 1860, que acho que foi o ano em que ele escreveu este livro.

domingo, 1 de novembro de 2015

O Grande Livro das Coisas Horríveis - A crônica definitiva ds 100 piores atrocidades da História

Escritor: Matthew White com Prefácio de Steven Pinker
Editora: Rocco

Sinopse: Cobrindo desde a Segunda Guerra Persa (480 - 479 a.C.) até a Segunda Guerra do Congo (1998 - 2002), O grande livro das coisas horríveis traz uma assustadora releitura da história da humanidade. Ancorado em dados estatísticos, o autor examina os cem acontecimentos mais letais da história, seja por motivos políticos, religiosos, econômicos ou simplesmente fruto da mente de tiranos delirantes. Além das grandes guerras, o livro resgata conflitos pouco lembrados, como A Revolta Mahdi e a Rebelião Taiping. Episódios como a conquista das Américas e o período da Dinastia Xin, igualmente cruéis, também não escapam da análise de White.

sábado, 31 de outubro de 2015

Rain Man

Author: Leonore Fleischer
Editor:  Penguin UK

English, 240 Pages in paper format

When Charlie Babbitt's father dies, he thinks he will inherit a lot of money. However, the money goes to someone Charlie doesn't know, someone who lives in a hospital and turns out to be the brother that Charlie never knew he had. "Penguin Readers" is a series of simplified novels, film novelizations and original titles that introduce students at all levels to the pleasures of reading in English. Originally designed for teaching English as a foreign language, the series' combination of high interest level and low reading age makes it suitable for both English-speaking teenagers with limited reading skills and students of English as a second language. Many titles in the series also provide access to the pre-20th century literature strands of the National Curriculum English Orders. "Penguin Readers" are graded at seven levels of difficulty, from "Easystarts" with a 200-word vocabulary, to Level 6 (Advanced) with a 3000-word vocabulary. In addition, titles fall into one of three sub-categories: "Contemporary", "Classics" or "Originals". At the end of each book there is a section of enjoyable exercises focusing on vocabulary building, comprehension, discussion and writing. Some titles in the series are available with an accompanying audio cassette, or in a book and cassette pack. Additionally, selected titles have free accompanying "Penguin Readers Factsheets" which provide stimulating exercise material for students, as well as suggestions for teachers on how to exploit the Readers in class.

comments: The book is true to the movie, sure, but the way it's told is extremely lacking. There is little to no description, although it's not absolutely necessary in novels, some of the descriptions are painstakingly wrong (the color of the car and it's location relative to their father's house to name a few that are literally ON THE SCREEN for you), and the narration of the characters' thoughts are extremely primary- they lack any emotion and depth. Would not recommend.

Equador

Escritor: Miguel Sousa Tavares
Editora: Cia. das Letras

Formato: Digital , ePUB com 544 páginas

Sinopse: No começo do século XX, Luis Bernardo Valença, conhecido intelectual português, é convidado pelo rei d. Carlos a executar uma missão descabida e complicada, que implicará numa abrupta mudança de sua vida. Solteiro e perto dos quarenta anos, ele desfruta das regalias que uma cidade grande como Lisboa tem a oferecer. Aceitar o convite do rei significa abandonar tudo por uma vida nova, na qual, entretanto, poderia colocar em prática suas convicções políticas: contribuir para a efetiva abolição da escravatura na África, assumindo o papel de governador de São Tomé e Príncipe.

Mais de um século depois de abolida a escravidão em Portugal, ainda sobram dúvidas se de fato os trabalhadores são empregados e bem tratados. É mesmo difícil esclarecer o limiar entre o trabalho escravo e o assalariado. Muitas vezes, sobretudo em pequenas colônias perdidas no meio da África, um homem que tem contrato assinado pode, mesmo assim, continuar a receber chicotadas de quem não sabe se deve chamar de “senhor” ou de “patrão”.

Equador, primeiro romance de Miguel Sousa Tavares, publicado em 2003, trata justamente dessa complexidade política e da dificuldade de definir na prática aquilo que parece claro nos conceitos e na teoria. Mais do que isso, este livro fala das paixões humanas e de como elas interferem nos jogos de poder. Luis Bernardo decide aceitar a missão proposta e é então jogado em uma realidade completamente alheia. Percebe que só a sua inteligência não será suficiente para dar conta do que o espera na ilha de São Tomé e Príncipe, onde chegam apenas dois barcos por mês e a população desconhece os direitos humanos já há muito tempo em voga na Europa.

O leitor, acompanhando os passos de Luis Bernardo, vai conhecendo o território e os personagens da ilha por meio das descrições minuciosas do autor; junto do protagonista, percebe a ambiguidade da sua realidade. E não são apenas questões políticas que estão envolvidas nesse cenário: quando Luis é tomado por uma paixão proibida e incontornável, tudo se torna ainda mais confuso e envolvente.

sábado, 3 de outubro de 2015

Os abutres e a VARIG: A história da destruição da maior companhia aérea brasileira de todos os tempos

Escritor/Jornalista: Armando Levy
Editora: e-press

Formato Kindle, 361 páginas

Sinopse: Este livro investiga as causas da decadência e do fim da Varig, a maior companhia aérea brasileira de todos os tempos. O autor entrevistou 41 executivos, credores, investidores e sindicalistas, analisou centenas de documentos e ouviu mais de 300 pilotos e comissários para chegar a uma conclusão estarrecedora: a empresa foi deliberadamente destruída por seus credores, que tinham interesses no fim da Varig para favorecer investimentos em outras companhias aéreas.

O que achei deste livro #1: Mais uma vez confirmo que prefiro livros escritos por jornalistas do que por históriadores, primeiro porque saber os vários lados da história e dos fatos te dá a responsábilidade de escolher um lado (ou vários) e tomar para si a decisão sobr eo que você acha dos atores e dos acontecimentos.
Este é mais um livro em que o escritor/jornalista de dá a possibilidade e material suficiente para entender os diversos cenários e decidir para, de acordo com sua cultura, valores e etica, que lado você deseja ficar.

O que achei deste livro #2: Trabalho envolvido no Turismo já faz mais de 30 anos, sendo que pelo menos 10 diretamente com empresas aéreas, e este livro veio documentar muito bem a história da aviação pela qual eu passei no inicio de minha carreira.
Tirando o aspecto saudosista, me ajudou muito a entender situações que na epoca, devido a minha imaturidade profissional eu não entendia, e, com certeza, para quem é da área de Turismo e Aviação, mostra o quão dinâmico e apaixonante é este setor.

O que achei deste livro #3: Li este livro em 2015, Outubro, na semana em que o ex-presidente Lula foi convocado para dar depoimento na investigação da Lava Jato.
José Dirceu, outro protagonista desta história, está preso pela segunda vez (no livro somente aponta o escandalo do mensalão e não da Petrobrás). Vários outros integrantes deste livro tem sido investigados.
Do ponto de vista político consigo entender muito do escandalo da Petrobrás lendo este livro, mostra como este modus operandi do PT já é antigo e foi totalmente premeditado.
Isto não isenta outros partidos e governantes que tiveram a oportunidade de fazer diferente após os militares e não fizeram.
Confesso que fiquei enojado com o que li neste livro e um sentimento de impotência me abateu este final de semana inteiro.
Recomendo a leitura para aqueles que são da área de aviação e turismo, também recomendo para aqueles que estudam politica, jornalistas e investigadores.
Não recomendo para aqueles de estomago fraco.

Recomendação: Para quem se interssou sobre o Assunto, outro livro muito bom que conta Histórias dos bastidores da Varig é o Estrela Brasileira, da Claudia Vasconcelos. Muito bem escritor e mostra o ponto de vista de funcionários da Varig.

sábado, 26 de setembro de 2015

Orange is the new black

Escritora: Piper Kerman
Editora: intrinsíca
ISBN: 978-85-8057-526-2

304 páginas no formato papel lidos no formato Digital

Sinopse:
Quando era jovem, tudo o que Piper Kerman queria era viver novas experiências, conhecer pessoas diferentes e descobrir o que fazer com o diploma recém-adquirido da prestigiosa Smith College. Anos depois, com um bom emprego e prestes a se casar, ela recebe uma visita inesperada: a polícia. Piper estava sendo intimada para responder por envolvimento com o tráfico internacional de drogas.
A acusação era verdadeira: recém-formada, Piper teve um caso com uma traficante glamorosa que a convenceu a levar uma maleta de dinheiro para a Europa. Sua aventura pelo submundo do crime voltou à tona no dia em que a polícia bateu à porta dela. Depois de uma dolorosa odisseia pelo sistema judiciário americano, Piper é condenada a quinze meses de detenção numa penitenciária feminina no meio do nada — longe dos amigos, da família e de tudo o que ela conhecia.
Em 'Orange Is the New Black', Piper apresenta casos curiosos, perturbadores, comoventes e divertidos do dia a dia no presídio. Cercada de criminosas, logo percebe que aquelas mulheres são muito mais complexas do que ela imaginava. Ao mesmo tempo que aprende a conviver com regras arbitrárias e um rigoroso código de conduta, Piper revela as alegrias e angústias das presidiárias e analisa a crueldade com que o sistema carcerário as desumaniza e faz com que sejam invisíveis ao mundo exterior.

sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Os Assassinatos do Professor de Rumba

Escritor: Danilo Proença Marques
Editora: Chiado Editora
ISBN: 978-989-51-4226-2

137 páginas em Português no formato Papel

Sinopse: 
Como seriam as várias maneiras de amar um mesmo homem?
Dinho, instrutor de dança da casa noturna mais popular do Recife, carrega consigo paixões, um revólver prata na pélvis, e um passado de ex-policial no Rio de Janeiro, que ele se esforça para apagar.
Violenta e visceral, a narrativa é entrecruzada pela voz de personagens que amam e sofrem com o dançarino. Uma trama das periferias do Recife e de Fortaleza, de muito longe das orlas refrescantes de Aldeota e Boa Viagem.
Brasília Teimosa é o principal cenário dos amores quentes e desesperados dessas personagens que frequentam as noites da badalada Lady Moon, movidas pelo desejo de serem conduzidas pelo professor de rumba.

O que achei deste livro:
Danilo é um velho amigo, irmão de um amigão meu, por isso tenho muito receio de avaliar seu livro com emoção e não com a razão. Mas vou tentar ser imparcial.

Num primeiro momento tive a impressão de ser apenas mais um conto pornô com toques de violência, porém, no desenrolar do trama, o toque de passado, fazendo um suspense na figura de Dinho, que me deu a impressão de ser um personagem totalmente ambiguo, quero dizer, em muitos momentos tive até uma certa dó dele, de achar que ele era sofrido e que alguma injustiça havia acontecido com ele, porém em outros momento achava um filho da puta.

Para um escritor de primeiro livro, foi uma trama muito bem resolvida e que me fez ler as 137 páginas em apenas 8 horas.

Danilo usou na minha opinião todos os argumentos de uma boa história, mas principalmente soube prender o leitor.

Ansioso para ler o próximo livro para ter certeza de que a qualidade irá se manter.

Sobre o autor: 
Danilo Proença Marques nasceu na cidade de São Paulo em 1973. Ator no início de carreira, trabalhou com grandes mestres do teatro brasileiro como Antunes Filho e José Celso Martinez Corrêa.

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Cabelo Vermelho

Escritor: Ricardo de Brito
Editora: Kindle

18 páginas no formato Digital

Sinopse: Após a morte de sua mãe, Aldo segue para morar com o avô, que descobre rico, mesmo que sem uma fonte de renda aparente. Um dia Aldo finalmente depara-se com o segredo de seu sucesso: um menino extranatural, prisioneiro de muitos anos na casa. Raspar seu cabelo vermelho diariamente é a única medida que pode ser tomada para que o estranho menino não se volte contra eles.

Minha avaliação: Excelento conto de um Jovem Escritor!
Dei 4 estrelas por achar o conto muito bom para um primeiro livro deste escritor tão Jovem.
O argumento foi muito bem elaborado e o tema é intrigante, que torna a leitura rápida e atiçando a nossa curiosidade.
Porém, confesso que fiquei um pouco frustrado com o final, o que me dá uma sensação de que o escritor queira criar uma continuação para a história.
Recomendo leitura para jovens.

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Releitura de Onassis

Li ONASSIS, Vida, Época e Amores de Aristóteles Socrates Onassis já faz muito tempo, eu devia ter cerca de 17, 18 anos e ele, desde então, fez parte do rol de meus livros preferidos.

Conta a história do armador Grego que na decada de 50, 60 e parte da de 70 foi o homem mais rico do mundo, mais rico ao ponto de ser o maior acionista do Pricipado de Mônaco.

Eu gostei muito desta biografia pois tem várias lições, do tipo: 1) Com foco e perseverança você consegue; 2) Dinheiro não é tudo na vida e traz também muita infelicidade; 3)Você deve ter um ambiente de colaboração (seja ela de amigos ou funcionários) que hoje é tão comum com a Internet, mas naquela epoca não era, para que você possa focar naquilo que é mais importante.

Realmente recomendo a leitura.

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Ningém escreve ao Coronel

Escritor: Gabriel Garcia Márquez
Editora: Record
ISBN: 978-85-01-01655-3

93 página lidas em papel - Português

Sinopse: Neste livro, o autor conta a história de um coronel reformado que aguarda o pagamento de sua aposentadoria, atrasado pelos canais burocráticos, enquanto tenta sobreviver, com a mulher asmática e um galo de briga que pertencera ao filho morto, numa cidadezinha mortalmente hostil, onde uma vez por semana chega a lancha do correio.

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

A insustentável leveza do ser

Escritora: Milan Kundera
Editora: Companhia de Bolso
ISBN:  8535912517

312 páginas em português lido no formato tradicional (Papel). - Livro de bolso.

Sinopse: É um livro em que o desenvolvimento dos enredos erótico-amorosos se conjuga com extrema felicidade à descrição de um tempo histórico politicamente opressivo e à reflexão sobre a existência humana como um enigma que resiste à decifração - o que lhe dá um interesse sempre renovado. Quatro personagens protagonizam essa história - Tereza e Tomas, Sabina e Franz. Por força de suas escolhas ou por interferência do acaso, cada um deles experimenta, à sua maneira, o peso insustentável que baliza a vida, esse permanente exercício de reconhecer a opressão e de tentar amenizá-la.

domingo, 30 de agosto de 2015

Confie Em Mim - Eu Sou o Dr. Ozzy

Escritor: Ozzy Osborne, Chris Ayres
Editora: Benvirá
ISBN: 9788502142879

Português. 264 páginas no formato Digital

Sinopse: Pelas leis naturais, Ozzy Osbourne não deveria estar vivo. Ele passou 40 anos em usando drogas, "comendo" morcegos e bebendo. Quebrou o pescoço ao andar em um quadrículo a 8 Km/h e "morreu" duas vezes em comas induzido quimicamente. E agora - aos 62 anos de idade - ele está mais saudável e mais feliz do que nunca. Ele é um milagre da medicina! Então, quem melhor do que ele para oferecer conselhos médicos e palavras de conforto ao seu público? Em maio de 2010 do Sunday Times convidou Dr. Ozzy para ter uma coluna de aconselhamento.

Desde então, ele responde às perguntas que vão desde depressão do cão a dúvidas de adolescentes sobre sexo. Com sensibilidade até então desconhecida pelo público, Ozzy oferece sábios conselhos, entre eles o de se manter longe das drogas - assunto que ele domina. A coluna se tornou um fenômeno, e agora o Dr. Ozzy decidiu reunir todos os seus conselhos em um guia prático. O lema de Ozzy é que se pode sobreviver e desfrutar de uma vida feliz e saudável.

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

O Lobo do Mar (edição comentada)

Escritor: Jack London
Editora: Zahar
ISBN: 8572322639

368 páginas em formato ePUB

Sinopse: Resgatado pela escuna Ghost, o náufrago Humphrey van Weyden logo descobre que seu pesadelo estava apenas começando: o capitão por quem foi salvo, Wolf Larsen, em vez de deixá-lo no porto mais próximo o obriga a integrar a tripulação de seu navio, onde impõe uma estranha forma de ordem, na qual a violência ganha ares de filosofia e conhecimento do mundo. No peculiar embate entre os dois homens - entre a concepção de mundo primitiva do capitão e a civilidade e o moralismo de seu refém -, Jack London ultrapassa o romance de aventura, fazendo de O Lobo do Mar uma reflexão sobre o bem e o mal, sobre os determinismos darwinianos da vida e a condição humana.




quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Barriga de Trigo

Escritor: William Davis
Editora: WMF Martins Fontes
ISBN: 9788578276874

352 páginas em Português lidos no formato ePUB

Sinopse: “Barriga de trigo” mostra que parar de comer trigo – mesmo o integral, considerado mais saudável – pode ajudar a perder peso, reduzir gordura localizada e eliminar vários problemas de saúde. Fundamentado em décadas de estudos clínicos e nos resultados extraordinários que observou depois de orientar milhares de pacientes a parar de comer trigo, o doutor William Davis apresenta argumentos contundentes contra esse ingrediente tão onipresente.

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Sapiens - Uma Breve História da Humanidade


Escritor: Yuval Noah Harari
Editora: L± Edição: 1ª (10 de março de 2015)
ISBN: 9788525432186

464 páginas no formato digital, Português.

Sinopse: O autor repassa a história da humanidade, ou do homo sapiens, desde o surgimento da espécie durante a pré-história até o presente, mas em vez de apenas “inventariar” os fatos históricos ele os relaciona com questões do presente e os questiona de maneira surpreendente. Além disso, para cada fato ou crença que temos como certa hoje em dia, o autor apresenta as diversas interpretações existentes a partir de diferentes pontos de vista, inclusive as muito atuais, e vai além, sugerindo interpretações muitas vezes desconcertantes. Yuval Noah Harari é professor do departamento de história da Universidade Hebraica de Jerusalém. É especialista em história mundial, medieval e militar.

"Harari é brilhante [...] Sapiens é realmente impressionante, de se ler num fôlego só. De fato, questiona nossas ideias preconcebidas a respeito do universo." (The Guardian)

Um relato eletrizante sobre a aventura de nossa extraordinária espécie – de primatas insignificantes a senhores do mundo.

O que possibilitou ao Homo sapiens subjugar as demais espécies? O que nos torna capazes das mais belas obras de arte, dos avanços científicos mais impensáveis e das mais horripilantes guerras? Yuval Noah Harari aborda de forma brilhante estas e muitas outras questões da nossa evolução.

Ele repassa a história da humanidade, relacionando com questões do presente. E consegue isso de maneira surpreendente. Doutor em história pela Universidade de Oxford e professor do departamento de História da Universidade Hebraica de Jerusalém, seu livro não entrou por acaso nas listas dos mais vendidos de 40 países para os quais foi traduzido.

Sapiens impressiona pela quantidade de informação, oferecida em linguagem acessível, atraente e espirituosa. Tanto que, na primeira semana de lançamento nos Estados Unidos, já figurava entre os mais vendidos na lista do The New York Times.

Em Sapiens, Harari nos oferece não apenas conhecimento evolutivo, mas também sociológico, antropológico e até mesmo econômico. Ele se baseia nas mais recentes descobertas de diferentes campos como paleontologia, biologia e antropologia. E, especialmente para a edição brasileira, realizou algumas atualizações no final de 2014.

Esta edição traz dezenas de imagens, mapas e tabelas que o deixam ainda mais dinâmico.

sexta-feira, 12 de junho de 2015

Os Argentinos

Escritor: Ariel Palacios
Editora: Contexto
ISBN: 978-85-7244-787-4

368 páginas no formato digital em Português

Sinopse: Os brasileiros acham que conhecem bem os argentinos. Afinal, nós curtimos Buenos Aires, eles desfrutam de nossas praias e uns e outros praticam a língua comum, o portunhol. Desconfiamos de que ser argentino vai além de amar tango e churrasco, mas nem imaginamos que nossa rivalidade preferencial não é recíproca: eles detestam reconhecer, mas amam os brasileiros e preferem derrotar os ingleses à nossa seleção de futebol.

Os argentinos já ganharam prêmios Nobel (nós ainda não), e o metrô de Buenos Aires, centenário, é prova de que já viveram dias melhores. Agora eles estão sempre ocupando as ruas e protestando. Seu sistema educacional e sua concentração na capital mostram um povo urbano, culto e politizado, mas a instabilidade pode ser percebida pela sucessão de líderes populistas entremeada de golpes militares.
Para realmente desvendar esse povo que clama ter inventado o doce de leite e a caneta esferográfica e brilha no cinema e na literatura, o jornalista Ariel Palacios - correspondente brasileiro em Buenos Aires desde 1995 - elaborou este saboroso e imperdível "Os argentinos".

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Água para Elefantes

Escritora: Sara Gruen
Editora: Arqueiro
ISBN: 978-85-99296-15-8

271 páginas no formato de Papel
Português

Sinopse: Desde que perdeu sua esposa, Jacob Jankowski vive numa casa de repouso, cercado por senhoras simpáticas, enfermeiras solícitas e fantasmas do passado. Por 70 anos Jacob guardou um segredo. Ele nunca falou a ninguém sobre os anos de sua juventude em que trabalhou no circo. Até agora.

Aos 23 anos, Jacob era um estudante de veterinária. Mas sua sorte muda quando seus pais morrem num acidente de carro. Órfão, sem dinheiro e sem ter para onde ir, ele deixa a faculdade antes de prestar os exames finais e acaba pulando em um trem em movimento - o Esquadrão Voador do circo Irmãos Benzini, o Maior Espetáculo da Terra.

Admitido para cuidar dos animais, Jacob sofrerá nas mãos do Tio Al, o empresário tirano do circo, e de August, o ora encantador, ora intratável chefe do setor dos animais.

É também sob as lonas dos Irmãos Benzini que Jacob vai se apaixonar duas vezes: primeiro por Marlena, a bela estrela do número dos cavalos e esposa de August, e depois por Rosie, a elefanta aparentemente estúpida que deveria ser a salvação do circo.

Água para elefantes é tão envolvente que seus personagens continuam vivos muito depois de termos virado a última página. Sara Gruen nos transporta a um mundo misterioso e encantador, construído com tamanha riqueza de detalhes que é quase possível respirar sua atmosfera.

domingo, 5 de abril de 2015

Nos bastidores do Pink Floyd

Escritor: Mark Blake
Editora: Generale
ISBN: 8563993348

456 páginas
Português
Formato lido: Digital, Kindle

Sinopse: Esta biografia conta fatos sobre a vida e da música de Roger Waters, David Gilmour, Nick Mason, Richard Wright e Syd Barrett, assim como seus conflitos, neuroses, medos, paixões e vitórias. Contendo entrevistas com dezenas de pessoas próximas aos músicos - amigos, namoradas, parceiros de trabalho, testemunhas, críticos musicais -, bem como depoimentos dos próprios membros da banda, 'Nos bastidores do Pink Floyd' procura acompanhar passo a passo a gênese do Pink Floyd e toda a sua carreira.

Os conflitos, neuroses, medos, paixões e vitórias, são esmiuçados, em um relato que impressiona pela riqueza de detalhes.

O Pink Floyd tem uma história secreta, conturbada e fascinante, que começa em Cambridge, na Inglaterra, nos tempos da Segunda Guerra Mundial, quando seus integrantes ainda eram crianças, e se estende até recentemente.

O que eu achei do livro: Na minha humilde opinião, como todas as biografias de astros de rock, o texto é chato de ser lido. Conta muitos fatos irrelevantes para que está somente atrás de uma boa história, ou simplesmente uma boa biografia.

Confesso que esta biografia do Mark Blake é um pouco melhor já que sou fã do Pink Floyd, o que facilitou muito a leitura, mas fico imaginando uma pessoa que não é fã e somente quer ler um bom livro, vai achar muito chato.

Definitivamente biografo de estrelas de Rock não deveriam escrever biografias, ou melhor, deveriam aprender um pouco com biografos como Peter Evans.

Tentando deixar esta opinião totalmente pessoal de lado, o livro é bem legal (de novo, somente para fãs do Pink Floyd), dá para entender um pouco o tipo de banda que é (ou foi) o Pink Floyd. Eles foram aquele tipo de banda que conseguiu trazer fãs até entre aqueles que não gostam muito de Rock, como meu pai, por exemplo.

Você até começa a entender como o estilo de ditador do Roger Waters influenciou e muito quando ele escreveu The Wall

David Gilmour não era tão gente boa assim, Rick Wright era de uma timidez tamanha e Nick Mason, na minha opinião, era um bom vivant.

Tanto Roger como David estão amarrados pela marca Pink Floyd, e suas carreiras solo não decolam (exceto por algumas músicas bem excepcionais) pois todos esperam músicas do estilo do Pink.

Bom, resumindo, um ótimo livro para se ler.



domingo, 15 de março de 2015

Todos os fogos o fogo

Escritor: Julio Cortázar
Editora: Civilização Brasileira

ISBN: 978-85-200-0614-6
Formato lido: Papel
Português

Sinopse:
Considerado um dos escritores mais inovadores e originais de seu tempo, mestre do conto curto e da prosa poética, o argentino Julio Cortázr (1914 - 1984) revela em Todos os fogos o fogo imagens bem examinadas do cotidiano e seu lado solidário nas relações humanas. No total, esta coletânea reúne oito contos que representam a plenitude do autor. No engenhoso texto 'A autoestrada do sul', há a criação de microssociedades; no belo 'Todos os fogos o fogo' duas histórias de paixão aparentemente desconexas são narradas paralelamente; em 'Senhorita Cora' temos a história de um jovem doente e sua enfermeira. Os apreciadores de conto em geral e os admiradores da inventividade de Julio Cortázar podem saborear também os seguintes textos: 'A sáude dos doentes', 'Reunião', 'A ilha ao meio-dia', 'Instruções a John Howell' e 'O outro céu'.


domingo, 15 de fevereiro de 2015

O Retrato de Dorian Gray

Escritor: Oscar Wilde
Editora: Companhia das Letras
ISBN: 9788563560438

264 páginas no formato papel
Formato Lido: Digital
Português

Sinopse:
Em 1891, quando foi publicado em sua versão final, O Retrato de Dorian Gray foi recebido com escândalo, e provocou um intenso debate sobre o papel da arte em relação à moralidade. Alguns anos mais tarde, o livro foi inclusive usado contra o próprio autor em processos judiciais, como evidência de que ele possuía "uma certa tendência" no caso, a homossexualidade, motivo pelo qual acabou condenado a dois anos de prisão por atentado ao pudor.
Mais de cem anos depois, porém, o único romance de Oscar Wilde continua sendo lido e debatido no mundo inteiro, e por questões que vão muito além do moralismo do fim do período vitoriano na Inglaterra, definida por um dos personagens do livro como "a terra natal da hipocrisia".
Seu tema central um personagem que leva uma vida dupla, mantendo uma aparência de virtude enquanto se entrega ao hedonismo mais extremado tem apelo atemporal e universal, e sua trama se vale de alguns dos traços que notabilizaram a melhor literatura de sua época, como a presença de elementos fantásticos e de grandes reflexões filosóficas, além do senso de humor sagaz e do sarcasmo implacável característicos de Wilde.

O que eu achei:
Não gostei, apesar de respeitar o estilo.

sábado, 3 de janeiro de 2015

A Volta ao Mundo em 80 Dias

Escritor: Júlio Verne
Editora: Moderna

336 páginas no formato Papel
Formato lido: Digital (PDF)
Português

Sinopse:
Phileas Fogg, um inglês pacato, calmo, metódico e solitário, cumpria todos os dias a mesma rotina. Misterioso, nunca compartilhava sua intimidade com ninguém. Mas tudo mudou quando apostou com alguns sócios do clube metade de sua fortuna, afirmando que daria a volta ao mundo em 80 dias! Era o ano de 1872, e ele e seu novo criado, Passepartout, embarcaram em uma aventura que nenhum dos dois imaginava como seria o seu fim!

Personagens Principais:
Mr. Phileas Fogg: cavalheiro inglês, rico e enigmático, que morava em Londres. Ele tinha uma rotina inalterável: acordava às 8h da manhã, fazia a barba às 9h37 e partia para o clube reformador para ler o jornal

Jean Passepartout: criado francês recém-contratado por Phileas Fogg, que o acompanha em sua volta ao mundo. Nas versões brasileiras, também é chamado de "Fura-Vidas" ou "Faz-Tudo".

Detetive Fix: inspetor de polícia britânico que, após ver que a descrição do autor de um assalto ao Banco da Inglaterra se enquadra com a de Phileas Fogg, vai persegui-lo por todos os países tentando capturá-lo.

Sra. Aouda : é uma jovem indiana de beleza europeia e muito agradável que foi salva por Phileas Fogg e Passepartout da morte durante a passagem dos dois pela Índia. Ela segue com eles pelo restante da jornada.

O que eu achei do livro?
Mais um livro da séria -não sei como passei tanto tempo sem ler.