sábado, 24 de dezembro de 2016

História da Riqueza do Homem

Autor: Leo Huberman

Editora: Zahar Editores

Em Português, formato papel

Sinopse: Este livro tem um duplo objetivo. É uma tentativa de explicar a história pela teoria econômica e a teoria econômica pela história. Leo Huberman assim justificou a criação de sua História da Riqueza do Homem – explicação esta sem razão de ser. Se a simples citação da palavra “economia” provoca bocejos entre os jovens numa sala de aula, ler o livro de Huberman, porém, remete o leitor ao desenvolvimento da sociedade humana impulsionado por sangue, revoluções, traições e pactos selados, principalmente, por homens de visão. Pensado anteriormente para leitores juvenis, História da Riqueza do Homem terminou por expandir seu alcance até tornar-se um clássico obrigatório. Cobrindo da Idade Média até o nascimento do nazifascismo, a saga da economia mundial, infelizmente, encerrava-se em meados dos anos 1930. 

Eu li a 15ª edição, onde encerra por volta de 1930 (o livro foi lançado em 1936) A 22ª edição amplia-se e renova-se ao trazer dois capítulos assinados pela historiadora Marcia Guerra, cobrindo a nova era iniciada pela Segunda Guerra Mundial – fazendo desta a única edição atualizada no mundo.

sábado, 22 de outubro de 2016

The Adventures of Tom Sawyer

Author: Mark Twain

English
Kindle format

Sinopse:The Adventures of Tom Sawyer by Mark Twain is an 1876 novel about a young boy growing up along the Mississippi River. The story is set in the fictional town of St. Petersburg, inspired by Hannibal, Missouri, where Twain lived. Tom Sawyer lives with his Aunt Polly and his half-brother Sid. Tom dirties his clothes in a fight and is made to whitewash the fence the next day as punishment. He cleverly persuades his friends to trade him small treasures for the privilege of doing his work. He then trades the treasures for Sunday School tickets which one normally receives for memorizing verses, redeeming them for a Bible, much to the surprise and bewilderment of the superintendent who thought "it was simply preposterous that this boy had warehoused two thousand sheaves of Scriptural wisdom on his premises—a dozen would strain his capacity, without a doubt." Tom falls in love with Becky Thatcher, a new girl in town, and persuades her to get "engaged" by kissing him. But their romance collapses when she learns Tom has been "engaged" previously to Amy Lawrence. Shortly after Becky shuns him, he accompanies Huckleberry Finn to the graveyard at night, where they witness the murder of Dr. Robinson.

terça-feira, 4 de outubro de 2016

O Físico: A epopeia de um médico medieval


Escritor: Noah Gordon

Editora: Rocco
Sinopse: O drama de um homem dotado do poder quase místico de curar, que tem a obsessão de vencer a morte e a doença, é aqui contado desde o obscurantismo e a brutalidade do século XI na Inglaterra ao esplendor e sensualidade da Pérsia, detalhando a idade de ouro da civilização árabe e judaica. 




A história começa quando Rob Cole, órfão, aprendiz de um barbeiro-cirurgião na Inglaterra, toma conhecimento da existência de uma escola extraordinária na Pérsia, onde um famoso físico leciona. Decidido a ir a seu encontro, descobre que o único problema estava no fato de que cristãos não tinham acesso às universidades muçulmanas durante as Cruzadas. A solução era Rob assumir a identidade de um judeu, ao mesmo tempo em que se envolvia com uma avalanche de fatos verdadeiramente impressionantes.

O que achei do livro:

Um livro recheado de romance e aventuras, já não sei se os fatos históricos relatados são verdadeiros, mas, independente disso, é recheado de fatos ditos históricos.
São quase 600 páginas do livro com uma história que te prende do inicio ao fim.
Acredito que o Sr. Noah Gordon quisesse contar como se iniciou a medicina, mas na verdade ele acaba contando a grande aventura de Rob e como eram os preconceitos, riquezas medievais e reinados sangrentos e corrupto que surgia em um cristianismo e também um islamismo que acabavam impedindo o avanço da ciência.
Você pode imaginar os heróis que viveram nesta época e que conseguiram vencer estes obstáculos para trazer o que conhecemos de ciência hoje.
Excelente livro.

sábado, 10 de setembro de 2016

A Revolta de Atlas

Escritor: Ayn Rand
Editora: Arqueiro

Formato Lido: Digital, 3 volumes

Sinopse: Na mitologia grega, o titã Atlas recebe de Zeus o castigo eterno de carregar nos ombros o peso dos céus. Neste clássico romance de Ayn Rand, os pensadores, os inovadores e os indivíduos criativos suportam o peso de um mundo decadente enquanto são explorados por parasitas que não reconhecem o valor do trabalho e da produtividade e que se valem da corrupção, da mediocridade e da burocracia para impedir o progresso individual e da sociedade. Mas até quando eles vão aguentar? Considerado o livro mais influente nos Estados Unidos depois da Bíblia, segundo a Biblioteca do Congresso americano, 'A revolta de Atlas' é um romance monumental. A história se passa numa época imprecisa, quando as forças políticas de esquerda estão no poder. Último baluarte do que ainda resta do capitalismo num mundo infestado de repúblicas populares, os Estados Unidos estão em decadência e sua economia caminha para o colapso.
Nesse cenário desolador em que a intervenção estatal se sobrepõe a qualquer iniciativa privada de reerguer a economia, os principais líderes da indústria, do empresariado, das ciências e das artes começam a sumir sem deixar pistas. Com medidas arbitrárias e leis manipuladas, o Estado logo se apossa de suas propriedades e invenções, mas não é capaz de manter a lucratividade de seus negócios.
Mas a greve de cérebros motivada por um Estado improdutivo à beira da ruína vai cobrar um preço muito alto. E é o homem – e toda a sociedade – quem irá pagar.
Ayn Rand traça um panorama estarrecedor de uma realidade em que o desaparecimento das mentes criativas põe em xeque toda a existência. Com personagens fascinantes, como o gênio criador que se transforma num playboy irresponsável, o poderoso industrial do aço que não sabe que trabalha para a própria destruição e a mulher de fibra que tenta recuperar uma ferrovia transcontinental, a autora apresenta os princípios de sua filosofia: a defesa da razão, do individualismo, do livre mercado e da liberdade de expressão, bem como os valores segundo os quais o homem deve viver – a racionalidade, a honestidade, a justiça, a independência, a integridade, a produtividade e o orgulho.

segunda-feira, 20 de junho de 2016

Ética e Vergonha na Cara

Escritores: Prof. Clóvis de Barros Filho e Prof. Mario Sérgio Cortella
Editora: Papirus 7 Mares

Formato Lido: 112 páginas no Papel, em Português
ISBN: 8561773480

Sinopse: Jogar lixo no chão, colar na prova, oferecer dinheiro em troca de algum benefício - todos esses são comportamentos que podem ser facilmente percebidos em nosso dia a dia, quase como se fossem situações corriqueiras e típicas da cultura brasileira. Mas de que maneira isso se reflete na formação de crianças e jovens? A corrupção estaria mais próxima de nossa vida cotidiana do que gostaríamos de supor? Como Mario Sergio Cortella e Clóvis de Barros Filho discutem nesse livro, seja em casa, seja na escola ou no trabalho, muitas vezes os meios utilizados para alcançar um objetivo acabam sendo tratados como uma questão menor diante dos resultados obtidos. Os autores lançam uma importante reflexão sobre o modo como orientamos nossas escolhas, mostrando de que forma a vergonha encontra seu lugar na ética, a fim de que possamos pensar e agir para além do comodismo e dos prazeres individuais.

O que achei do livro: No momento em que o país vive um revés, onde diariamente a ética é discutida na imprensa, e questionamos a que ponto o Brasil chegou, resolvi ler este livro para entender bem o que significa ética e quais são os parâmetros que nos fazem ser éticos ou não éticos.

Neste livro, muito fácil de ler, o Prof. Cortella e o Prof. Clóvis batem um papo muito bem humorado e de fácil compreensão sobre os princípios éticos.

Leitura altamente recomendada, principalmente para quem está no mundo corporativo.  

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Milagre dos Andes - 72 Dias na Montanha e Minha Longa Volta para Casa

Escritor: Nando Parrado
Editora: Objetiva

ISBN: 8573027851

Formato lido: Papel em 275 páginas - Português

Sinopse: Em 'Milagre nos Andes', o uruguaio Nando Parrado - principal responsável pelo resgate de seus amigos nas montanhas após 72 dias de agonia - é o primeiro dos sobreviventes a contar, com extraordinária franqueza e sensibilidade, a sua própria versão do acidente. O resultado supera o simples relato de uma aventura real: é um olhar revelador sobre a vida à beira da morte. Refugiados em parte da fuselagem do avião, uma geleira estéril a mais de 4.500 mil metros de atitude, sem suprimentos ou meios de chamar ajuda, Nando e seus amigos lutaram para suportar temperaturas gélidas de até 30ºC abaixo de zero, avalanches mortais, sede, o dilema devastador de se verem obrigados a comer carne humana para não sucumbir à fome e, por fim, a notícia devastadora, por um rádio que ainda funcionava precariamente, de que a busca por eles havia sido cancelada.

O que achei do livro: Confesso que realmente me emocionei em muitas partes do livro, principalmente pela sinceridade do escritor e pela determinação de fazer a qualquer custo o que deveria ser feito.

Nando se mostra totalmente agradecido pela sua situação privilegiada e, realmente não é um "riquinho mimado", mostra que tem valores e princípios e é totalmente agradecido por isso.

Quantas vezes não nos pegamos reclamando de coisas como comida, frio, calor, politica e assim por diante sem se dar conta de que somos privilegiados? Deveríamos estar agradecendo ao invés de reclamar. Porém, Nando mostra isso de uma maneira muito simples e sem firulas, mostra que você pode não concordar com algo, mas a sua postura e determinação é que realmente irão mudar aquela situação.

Realmente recomendo a leitura.

domingo, 12 de junho de 2016

Na Natureza Selvagem

Escritor: Jon Krakauer

Sinopse: Depois de terminar a faculdade com brilhantismo, Chris McCandless, jovem americano saudável e de família rica, doa todo o dinheiro que tem, abandona o carro e a maioria de seus pertences, adota outro nome e some na estrada, sem nunca mais dar notícias aos pais. Dois anos depois, aparece morto num lugar ermo e gelado do Alasca. Por onde andou, o que buscava, por que morreu? Quem era realmente Chris McCandless? Para responder a essas perguntas, Krakauer refaz a longa saga do aventureiro até seu triste desenlace.

domingo, 29 de maio de 2016

O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota

Escritor: Olavo de Carvalho

Sinopse: Escritos entre 1997 e 2013 e publicados em diferentes jornais e revistas do país, os 193 textos aqui selecionados esmiúçam os fatos do cotidiano – as notícias, o que nelas fica subentendido, ou que delas passa omitido – para afinal destrinchar, sem dó, a mentalidade brasileira e sua progressiva inclinação pelo torpor e pela incompreensão. Há tempos a obra jornalística de Olavo de Carvalho merecia uma leitura reunida como esta.

quarta-feira, 25 de maio de 2016

Histórias Extraordinárias

Escritor: Edgar Allan Poe

Sinopse: Nestes contos — selecionados e traduzidos por José Paulo Paes —, Edgar Allan Poe (1809-1849) imaginou algumas das mais conhecidas histórias de terror e suspense da literatura, tramas que migraram da ficção direto para o imaginário coletivo do Ocidente. É o caso de “O gato preto”, a tenebrosa história de um assassinato malogrado, ou de “O poço e o pêndulo”, que apresenta uma visão macabra da ansiedade da morte. Pioneiro dos contos de mistério, como “A carta roubada” e “O escaravelho de ouro”, Poe deu a seus personagens notável profundidade psicológica. Usando diversos artifícios narrativos inovadores, criava climas e situações aterrorizantes. Apresentação do tradutor.

sábado, 21 de maio de 2016

Orgulho e Preconceito

Escritora: Jane Austen
Editora: Landmark

400 páginas no formato digital

Sinopse: Considerada a primeira romancista moderna da literatura inglesa, Jane Austen começou seu segundo romance, 'Orgulho e Preconceito', antes dos 21 anos de idade. Assim como em outras obras de Austen, o livro é escrito de forma satírica. 'Orgulho e Preconceito', pode ser considerado como especial porque transcende o preconceito causado pelas falsas primeiras impressões e adentra no psicológico, mostrando como o auto-conhecimento pode interferir nos julgamentos errôneos feitos a outras pessoasA autora revela certas e posturas de seus personagens em situações cotidianas que, muitas vezes, causam momentos cômicos aos leitores, dando um caráter mais leve e satírico ao livro. As emoções e sentimentos devem ser decifrados por quem decidir mergulhar na obra de Jane Austen, uma vez que encobertos nas entrelinhas do texto. A escritora inglesa apresenta seu poder de expressar a discriminação de maneira sutil e perspicaz em 'Orgulho e Preconceito'; ela é capaz de transmitir mensagens complexas valendo-se de seu estilo a um tempo simples e espirituoso. O principal assunto do livro é contemplado logo na frase inicial, quando a autora menciona que um homem solteiro e possuidor de grande fortuna deve ser o desejo de uma esposa. Com esta citação, Jane Austen faz três referências importantes: a autora declara que o foco da trama será os relacionamentos e os casamentos, dá um tom de humor á obra ao falar de maneira inteligente acerca de um tema comum, e prepara o leitor para uma caçada de um marido em busca da esposa ideal e de uma mulher perseguindo pretendentes.O romance retrata a relação entre Elizabeth Bennet (Lizzy) e Fitzwilliam Darcy na Inglaterra rural do século XVIII. Lizzy possui outras quatro irmãs, nenhuma delas casadas, o que a Sra. Bennet, mãe de Lizzy, considera um absurdo. Quando o Sr. Bingley, jovem bem sucedido, aluga uma mansão próxima da casa dos Bennet, a Sra. Bennet vê nele um possível marido para uma de suas filhas. Enquanto o Sr. Bingley é visto com bons olhos por todos, o Sr. Darcy, por seu jeito frio, é mal falado. Lizzy, em particular, desgosta imensamente dele, por ele ter ferido seu orgulho na primeira vez em que se encontram. A recíproca não é verdadeira. Mesmo com uma má primeira impressão, Darcy realmente se encanta por Lizzy, sem que ela saiba do fato. A partir daí o livro mostra a evolução do relacionamento entre eles e os que os rodeiam, mostrando também, desse modo, a sociedade do final do século XVIII.Considerado a obra prima de Jane Austen, 'Orgulho e Preconceito' ganhou diversas versões para o cinema e televisão, a mais recente em 2005, com interpretações de Keira Knightley e Matthew Macfadyen nos papéis principais.

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Viagem ao Centro da Terra


Escritor: Júlio Verne


Sinopse: Axel está prestes a viver a aventura de sua vida, ainda que a contragosto. Obrigado pelo tio a acompanhá-lo numa expedição ao centro do planeta, o jovem e perspicaz narrador diverte o leitor com seu bem-humorado relato da jornada, angustiado diante das excentricidades do genial professor Lindenbrock e de seu impassível guia.

sábado, 9 de abril de 2016

A Revolução dos bichos - um conto de fadas

Escritor: George Orwell
Editora: Companhia das letras
ISBN: 9788535909555

Português, 152 páginas lido no formato digital

Sinopse: Escrita em plena Segunda Guerra Mundial e publicada em 1945 depois de ter sido rejeitada por várias editoras, essa pequena narrativa causou desconforto ao satirizar ferozmente a ditadura stalinista numa época em que os soviéticos ainda eram aliados do Ocidente na luta contra o eixo nazifascista.
De fato, são claras as referências: o despótico Napoleão seria Stálin, o banido Bola-de-Neve seria Trotsky, e os eventos políticos - expurgos, instituição de um estado policial, deturpação tendenciosa da História - mimetizam os que estavam em curso na União Soviética.
Com o acirramento da Guerra Fria, as mesmas razões que causaram constrangimento na época de sua publicação levaram A revolução dos bichos a ser amplamente usada pelo Ocidente nas décadas seguintes como arma ideológica contra o comunismo. O próprio Orwell, adepto do socialismo e inimigo de qualquer forma de manipulação política, sentiu-se incomodado com a utilização de sua fábula como panfleto.
Depois das profundas transformações políticas que mudaram a fisionomia do planeta nas últimas décadas, a pequena obra-prima de Orwell pode ser vista sem o viés ideológico reducionista. Mais de sessenta anos depois de escrita, ela mantém o viço e o brilho de uma alegoria perene sobre as fraquezas humanas que levam à corrosão dos grandes projetos de revolução política. É irônico que o escritor, para fazer esse retrato cruel da humanidade, tenha recorrido aos animais como personagens. De certo modo, a inteligência política que humaniza seus bichos é a mesma que animaliza os homens.
Escrito com perfeito domínio da narrativa, atenção às minúcias e extraordinária capacidade de criação de personagens e situações, A revolução dos bichos combina de maneira feliz duas ricas tradições literárias: a das fábulas morais, que remontam a Esopo, e a da sátira política, que teve talvez em Jonathan Swift seu representante máximo.

"A melhor sátira já escrita sobre a face negra da história moderna."
Malcolm Bradbury

"Um livro para todos os tipos de leitor, seu brilho ainda intacto depois de sessenta anos."
Ruth Rendell

segunda-feira, 4 de abril de 2016

Moby Dick

Escritor: Herman Melville

Sinopse: Esta nova tradução se vale da longa experiência acadêmica da tradutora Irene Hirsch com a obra do autor (mestrado na USP sobre traduções de Moby Dick (1851) no Brasil; tradutora de Bartleby, O Escrivão) e de um minucioso trabalho de cotejos e pesquisa de vocabulário náutico por parte do tradutor Alexandre Barbosa de Souza.
A edição traz ainda um valioso apêndice, elaborado pelo pesquisador Bruno Gambarotto, com três textos fundamentais para a compreensão da obra:
- Resenha de Evert Duyckinck, amigo de Melville que acompanhou de perto todas as etapas do romance, publicada em 1851;
- Clássico ensaio de D.H. Lawrence, um dos responsáveis pela retomada modernista de Melville, que morreu esquecido (1819-1891), incluído em Studies in Classic American Literature, de 1923;
- trecho do célebre estudo de F.O. Mathiessen, American Renaissance, de 1941, o maior especialista no chamado Renascimento Americano, que incluía Edgar Allan Poe, Walt Whitman e Herman Melville;
- Glossário Náutico ilustrado e uma vasta Bibliografia selecionada e atualizada. O Glossário eliminou a necessidade de muitas notas de tradução para termos técnicos - o que deu destaque às saborosas notas do próprio Melville, que raramente eram reproduzidas integralmente em edições fora dos Estados Unidos.

terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

O Lobo de Wall Street

Escritor: Jordan Belfort
Editora: Planeta

ISBN: 9788542202281

504 Páginas em Português lino no formato digital

Sinopse: Nos anos 1990, Jordan Belfort, o todo-poderoso do famoso banco de investimentos Stratton Oakmont, tornou-se um dos nomes mais conhecidos do mercado financeiro norte-americano. Ele era um brilhante negociador de ações cuja ousadia e truculência lhe garantiram a alcunha, alimentada por ele mesmo, de Lobo de Wall Street. Com talento para fazer milhares de dólares em apenas alguns minutos, nem sempre pelos caminhos éticos ou legais, Jordan Belfort comandava uma gangue de corretores desvairados que ele levou de Wall Street para um escritório imponente em Long Island, onde montou seu quartel-general. Nesta autobiografia impressionante e divertida, o Lobo de Wall Street narra sem meias palavras sua história de ambição, poder e excessos. Uma vida marcada pelo relacionamento tumultuado com sua esposa, com quem morava numa mansão servida por 22 criados, e por aventuras ao redor do mundo com aviões, iates, drogas e mulheres. Até que alguns passos em falso o colocaram frente a frente com a Justiça, ao mesmo tempo em que se perdia no mundo do vício e tudo começou a desmoronar.

terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

O Silêncio das Montanhas


Escritor: Khaled Hosseini
Editora: Globo

ISBN: 9788525054081

352 páginas em Português, lido no formato Digital

Sinopse: Romance sobre como nos amamos, como cuidamos um do outro, e como as escolhas que fazemos ressoam através de gerações.

Neste relato que envolve não apenas pais e filhos, mas também irmãos e irmãs, primos e primas, Hosseini explora as diversas formas como as famílias educam filhos, magoam, traem, se respeitam e se sacrificam um pelos outros; e com que frequência somos surpreendidos pelas ações dos que estão mais próximos de nós no momento que mais precisamos.

Na sequência de seus personagens e as ramificações de suas vidas, escolhas e amores ao redor do mundo - de Cabul a Paris, de São Francisco à ilha grega de Tinos - a história se expande gradualmente, tornando-se mais emocionalmente complexa e poderosa a cada página.

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

O Signo dos Quatro

Escritor: Arthur Conan Doyle
Editora: Martin Claret

ISBN: 9788572327770

152 páginas, lido no formato digital , Kindle

Sinopse: O Signo dos Quatro é a segunda aventura de Sherlock Holmes, publicada em 1890. Segue e aprofunda as leis essenciais do romance policial de caráter científico traçadas por Edgar Allan Poe. A história desenrola-se em 1888, na Inglaterra da rainha Vitória. A Índia dos marajás, o forte de Agra cercado pela rebelião dos sipaios e a prisão para forçados das ilhas Andamã são o cenário da aventura extraordinária em que o detetive se envolve, e que termina numa perseguição fluvial alucinante no Rio Tâmisa, em Londres.


domingo, 31 de janeiro de 2016

Um estudo em vermelho

Escritor: Arthur Conan Doyle,
Editora: L&PM EDITORES

ISBN: 8525408115

em Português, lido 192 páginas no formato Digital (Kindle)

Sinopse: 'Um estudo em vermelho' é a primeira história de Sherlock Holmes e o primeiro livro publicado por Sir Arthur Conan Doyle (1859-1930). Muito menos do que um livro de estréia, esta história nasceu clássica, com seu ritmo vertiginoso de suspense e mistério que consagraria seu protagonista Sherlock Holmes como o mais apaixonante e popular detetive da história da literatura. 'Um estudo em vermelho' propõe um enigma terrível e invencível para a polícia, que pede auxílio a Holmes - um homem é encontrado morto, sem ferimentos e cercado de manchas de sangue. Em seu rosto uma expressão de pavor. Um caso para Sherlock Holmes e suas fascinantes deduções narrado por seu amigo Dr. Watson, interlocutor sempre atento e não raro maravilhado com a inteligência e talento do detetive.

O que achei do livro: Introdução de Sherlock Holmes e Watson. Clássico, quase que obrigatoria a leitura.


quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Por que gostamos de História

Escritor: Jaime Pinsky

ISBN: 9788572448048

Português, ePUB

SINOPSE: As narrativas históricas fascinam. Desde crianças as amamos. Mais tarde trocamos histórias pela História, tentando nos situar no presente, a partir de uma compreensão de nossas raízes culturais, étnicas e familiares. Com maestria e boas doses de ironia, Jaime Pinsky mostra como a História é capaz de explicar o aqui e agora. Em assuntos que vão da situação internacional até os buracos na rua de casa, passando por cultura e educação, ele nos delicia com um texto claro, que busca a interlocução com o leitor, mas se recusa a ser banal. Como ele mesmo afirma, “A História não é como a estatística que, devidamente manipulada, diz o que queremos. Mesmo assim há quem insista em torturá-la, exigindo que ela confesse crimes que não cometeu.” Neste livro, a História se revela com espontaneidade e alegria, sem ser torturada.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Dicionário do Nome das Coisas e Outros Epónimos

Escritor: Orlando Neves
Editora: Notícias

ISBN: 9789724615080

Português, 127 páginas no formato digital

Sinopse: Aranha, astracã, baioneta, Barcelona, cachemira, evereste, Gibraltar, etc., são algumas das muitas palavras constantes deste livro. O que têm em comum? Todas dissimulam, na origem, o seu epónimo, ou seja, um nome próprio ou apelido de gente célebre, de um personagem literário ou mitológico, de um local geográfico. É da sua história e da revelação de tal «segredo» que se ocupa este dicionário....

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

1984

Escritor: George Orwell
Editora: Companhia das Letras

416 páginas em Português.
ISBN: 8535914846

Sinopse: Winston, herói de '1984', último romance de George Orwell, vive aprisionado na engrenagem totalitária de uma sociedade completamente dominada pelo Estado, onde tudo é feito coletivamente, mas cada qual vive sozinho. Ninguém escapa à vigilância do Grande Irmão, a mais famosa personificação literária de um poder cínico e cruel ao infinito, além de vazio de sentido histórico. De fato, a ideologia do Partido dominante em Oceânia não visa nada de coisa alguma para ninguém, no presente ou no futuro. O’Brien, hierarca do Partido, é quem explica a Winston que 'só nos interessa o poder em si. Nem riqueza, nem luxo, nem vida longa, nem felicidade - só o poder pelo poder, poder puro.'

O que achei deste livro: Creio que se eu houvesse lido em outro momento de minha vida não faria tão sentido como fez hoje para mim, lendo com 44 anos. Hoje consigo ver muitas tentativas, inclusive no Brasil, de se instituir um Big Brother.
Vejo que esta "mania" de nossos governantes de invadirem assuntos pessoais dão um pouco da idéia de controle que muitos ainda querem.

quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

Levo Você até lá

Escritora: Joyce Carol Oates
Editora: Globo

304 páginas. Formato lido foi digital em Português

Sinopse: 'Levo Você Até Lá' conta a história de uma garota americana, recém-saída da adolescência, que tem um passado conturbado. Ela cresce como uma criança invisível, repudiada pelo pai, pela avó e pelos três irmãos mais velhos, que a culpam pela morte da mãe pouco depois de seu nascimento. Criada em um ambiente rural, com uma família que ignora os livros, ela dá seu primeiro passo para longe de tudo o que conhece ao entrar na Universidade Syracuse, em Nova York, para estudar filosofia. Mas seu desempenho exemplar não é o bastante. Ela quer ser vista e querida pelos outros alunos. Por isso vai parar na irmandade Kappa Gamma Pi, onde jovens ricas, atraentes e populares são o ideal de irmãs de sangue que ela nunca teve. Mas a distância entre ela e essas pessoas só vai agravar seu senso de inadequação. Sem dinheiro, emocionalmente instável e atormentada pelas rejeições que acumula, Anellia, como às vezes é chamada, enreda-se em situações opressoras que a levam a um colapso nervoso.

domingo, 3 de janeiro de 2016

Sniper Americano

Escritor: Chris Kyle
Editora: Intrinseca

ISBN: 9788580576443

352 páginas em portugués no formato digital.

Sinopse: O perturbador relato autobiográfico do atirador mais letal da história das forças armadas norte-americanas. Ao longo de uma década de serviço, incluindo diversas incursões ao Iraque e a outras zonas de combate durante o auge da chamada Guerra ao Terror, Chris Kyle, atirador de elite dos Seals, alcançou o recorde de mais de 150 mortes confirmadas pelo Pentágono.
No livro, ele fala abertamente dos sofrimentos da guerra, da morte brutal de alguns companheiros, da ação como atirador e da frieza e precisão que desenvolveu ao longo do serviço, lançando luz não só sobre a perturbadora realidade dos combatentes como também sobre a extrema dificuldade da readaptação dos que retornam ao lar. Em 2013, Chris Kyle foi assassinado a tiros por um veterano da guerra do Iraque que sofria de estresse pós-traumático, e sua história estará nos cinemas em 2015 em filme homônimo ao livro, dirigido por Clint Eastwood e estrelado por Bradley Cooper.